"SUPERAÇÃO, ULTRAPASSAR LIMITES, SUBJUGAR DIFICULDADES, PERCEBER O QUE SE ESPERA DE UM  ATLETA VENCER ".

   Assim o triatleta Sergio Cordeiro, vem escrevendo seu nome em "Desafios Extremos", de ultra resistência.  Esse precursor do "Triathlon" e da "Corrida de Rua no Brasil", tem o esporte como "Ferramenta" na sua filosofia de vida contribuindo no desenvolvimento de uma melhor qualidade de vida. Ter em seu currículo vitórias como: Uma das maiores provas de triathlon do mundo o "DECA IRONMAN WORLD CHALLENGE", nas incríveis distâncis de 38km de natação 1800km de ciclismo e 422km de corrida com a duração de 10 (dez) dias. 

   Desafios Extremos do planeta na "EVEREST MARATHON", a maratona do topo do mundo realizada anualmente no Monte Everest - Nepal, onde correr sob neve a uma altitude de 5.184 metros em temperatura de -40 graus aos 217km da "ULTRAMARATONA DO VALE DA MORTE" nos  EUA, saindo de -82 metros abaixo do nível do mar com calor de 60 graus.

   Desafios Extremos de Solidariedade em prol do INCAVoluntário nas 24 horas em volta da Lagoa Rodrigro de Freitas - Rio de Janeiro-RJ - Brasil em 2013, os 300km Rio/São Lourenço, fazer parte dos doadores "ATLETA SANGUE BOM".

   Aos 65 anos de idade estar desenvolvendo uma das maiores e mais desafiantes causas, com vista à promoção de Qualidade de Vida dos Idosos e entorno da Cidade de Magé. Através de ações voltadas ao povo mageense, uma responsabilidade norteada com iniciativa do Prefeito de Magé Rafael Tubarão.

   "Vencer" é possível a todos, mas continuar sendo é preciso ter a sua volta uma sustentação de quem continue acreditando e apoiando, na capacidade de continuar "Vencendo";

Aos meus 65 anos de idade, estar continuando a participar de uma dos maiores provas de Triathlon do Mundo.   

   Um privilégio, que só pode continuar sendo possível, quando acreditamos, que o ser humano é capaz de superar seus próprios limites. Mas para que isso seja possível é preciso que possamos contar com que acreditem em nossa capacidade de superação.  

                   

   Ser Triatleta Cidade de Magé-RJ-Brasil, através da PREFEITURA MUNICIPAL DE MAGÉ (Secretaria de Esporte Turismo Lazer e T. Idade),  com parceiros: ESPAÇO "A" - MARCIO VILLAR -  DIOGO DONADONI SANTOS - Apoio:  NALIN - Clínica RM; vestir WOOM; ser atleta Magé T. C.;  está sendo fundamental  para que meus 40 anos de vida esportiva possam dar continuidade.

   A participação no DECAULTRATRI-2019,  que disputarei e tem sua largada no dia 04 de outubro, na Cidade de Leon no Estado de Guanajuato - México, a uma altitude de 1.700 metros acima do nível do mar  parte de ciclismo, será um parque público.  A natação num lago de águas muito fria, devido ao forte frio que aliado ao difícil e duro o percurso do ciclismo, torna essa prova mais um de meus difíceis desafios de superação.  

  Com a mais recente conquista da medalha de Prata nos 1000   km Brasil em 2018.

    Superar Limites, Vencer "Desafios", assim continuando escrevendo meu nome em desafios de ultra resistência.

Um grande passeio por sonhos e desejos, como eles podem se alinhar com o objetivo maior "VENCER".   Paralelos traçados entre Esporte, Educação, Cultura, Lazer, inclusive no Esporte de Auto Rendimento e minha vida cotidiana, mostrar que independente de raça, classe social, aparência, através de pequenas ações, possíveis para todos, vislumbre-se a vida com uma nova percepção dos resultados.

 

 

 

  • Twitter Classic
  • Facebook Classic